Buscar...
Entrega GRÁTIS para RJ e Região*
Pedido mínimo de apenas R$150
Despachamos para todo o Brasil

Água Bidestilada

A água bidestilada é indicada primordialmente na diluição ou dissolução de medicamentos compatíveis com a água para injeção. Devido a isso e sua hipotonicidade, ela não deve ser administrada diretamente por via endovenosa. Pois, sua administração no sistema circulatório causa hemólise, ou seja, destruição dos glóbulos vermelhos e, desordens eletrolíticas.

Exibindo todos 3 resultados

Mais sobre Água Bidestilada para uso médico e hospitalar

A água bidestilada é indicada primordialmente na diluição ou dissolução de medicamentos compatíveis com a água para injeção.

Devido a isso e sua hipotonicidade, ela não deve ser administrada diretamente por via endovenosa. Pois, sua administração no sistema circulatório causa hemólise, ou seja, destruição dos glóbulos vermelhos e, desordens eletrolíticas.

Talvez você se interesse pelos seguintes produtos da mesma categoria: ethamolin, glicose hipertônica, xylestesin.

Além disso, tem aplicações na área médica, podendo ser utilizada para auxiliar na limpeza de ferimentos ou queimaduras e, ainda, para lavagem de cateteres vesicais.

Outra serventia comum desta água, ocorre em laboratórios e clínicas médicas, onde são executados e analisados exames e procedimentos.

A água bidestilada estéril pode ser usada como reagente em misturas laboratoriais. Neste caso, ela é aplicada a fim de se obter ou não uma reação química, o que define resultados para que se possa dar segmento à pesquisas.

Vale lembrar que antes de seu uso deve ser criteriosamente avaliada, se há compatibilidade com o medicamento que será diluído ou solubilizado, afim de evitar possíveis intercorrências.

Resumidamente, a água bidestilada, nada mais é do que a água destilada duas vezes. Processo que consiste em aquecer a água até que a mesma evapore, de modo que durante o seu processo de evaporação, os minerais e impurezas presentes nela sejam perdidos.

Por isso, o resultado obtido é uma água que apresenta aspecto líquido límpido, incolor e isento de partículas visíveis a olho nu, isto é, totalmente livre de minerais.

Ela é um dos diluentes mais adquiridos pelos profissionais da área da saúde, para dissolução de medicamentos que sejam compatíveis com o mesmo.

Sua quantidade a ser empregada, deve sempre ser avaliada por um médico e depende de alguns critérios, como por exemplo: idade, peso, condições clínicas do paciente, bem como, do medicamento diluído em solução e das determinações estabelecidas em laboratório.

Por cair diretamente na corrente sanguínea, as exigências de pureza dessa água são muito grandes.

Devido a isso, para que essa classificação ocorra, são realizados diversos testes laboratoriais, que irão avaliar alguns critérios importantes, como por exemplo: condutividade, pH, detecção de endotoxinas bacterianas, entre outros.

Somente após estes testes, pode-se afirmar com certeza, se a água está dentro dos padrões necessários para injeção.

Além disto, todo sistema de produção da água bidestilada deve estar validado, ou seja, precisa fazer parte de uma organização que assegure a sua qualidade e o processo de sua obtenção.

Ainda, antes de ser administrada, deve-se inspecioná-la visualmente para assegurar-se de que não há presença de partículas, turvação, fissuras ou qualquer outra violação que impossibilite o seu uso.

Afinal, a solução é acondicionada em frascos de sistema fechado, justamente para que sua administração intravenosa seja realizada através de um equipo estéril.

Disponíveis na versão: 1000 ml ou versões flaconetes de 10 ml ou 20 ml.

Características:

  • Estéril e apirogênica
  • Límpida e hipotônica
  • Solução injetável
  • Sistema fechado
  • Embalagem isenta de látex e PVC

Dúvidas? Fale conosco agora mesmo.

Não hesite em nos perguntar e tirar quaisquer dúvidas que você tenha. Estamos aqui para lhe ajudar.