Buscar...
Entrega GRÁTIS para RJ e Região*
Pedido mínimo de apenas R$150
Despachamos para todo o Brasil

Anestésicos

Anestésicos locais são substâncias que bloqueiam a condução nervosa de forma reversível, sendo seu uso seguido de recuperação completa da função do nervo. Resumidamente, os anestésicos locais interrompem a condução do estímulo nervoso por bloquear a condutância dos canais de sódio e, consequentemente, impedir a deflagração do potencial de ação.

Exibindo todos 8 resultados

Mais sobre Anestésicos para uso médico e hospitalar

Anestésicos locais são substâncias que bloqueiam a condução nervosa de forma reversível, sendo seu uso seguido de recuperação completa da função do nervo.

Resumidamente, os anestésicos locais interrompem a condução do estímulo nervoso por bloquear a condutância dos canais de sódio e, consequentemente, impedir a deflagração do potencial de ação.

Talvez você se interesse pelos seguintes produtos da mesma categoria: ethamolin, glicose hipertônica, seringa de 50ml.

Sabe-se que para garantir boa qualidade de bloqueio, duração adequada e menor toxicidade, é fundamental que se controle a absorção a partir de seu local de aplicação, o que exige alguns cuidados especiais que falaremos a seguir.

Os fatores mais importantes relacionados à absorção dos anestésicos locais são:

  • Local de injeção
  • Dose
  • Presença de vasoconstritor
  • Características farmacológicas do agente

Local da injeção:

Quanto mais vascularizado for o local de aplicação do anestésico local, maior o nível plasmático esperado.

Dose:

Na faixa pediátrica a lidocaína deve ser utilizada em doses de 7 a 10mg/kg, quando utilizamos soluções sem ou com epinefrina, respectivamente.

No adulto, não deve ultrapassar a dose de 500 mg, utilizando-se sempre que possível associação com epinefrina.

Presença de vasoconstritor:

Sempre que não houver contraindicação, como por exemplo: problemas cardiovasculares graves, o vasoconstritor deve ser utilizado.

Quanto mais vascularizado for o local de aplicação do anestésico local, maior será o benefício da associação.

Como por exemplo: a epinefrina, que além de reduzir a velocidade de absorção do anestésico local, possui ação anestésico local, melhorando, dessa forma, a qualidade do bloqueio.

Características farmacológicas dos anestésicos locais:

Duas características principais influem no nível plasmático: lipossolubilidade e ação vasodilatadora.

Aliás, é consenso na literatura o fato de que não se pode indicar o mesmo anestésico para todos os pacientes, dadas suas características individuais, sua condição sistêmica normal ou a presença de doenças como diabetes ou hipertensão.

Sendo assim, o uso inadequado do anestésico pode levar a sérios riscos para a saúde do paciente. Por isso, contamos com uma ampla variedade, capaz de atender as mais diversas demandas.

Hypocaína 2% com Vasoconstritor 20 ml (Lidocaína):

A Hypocaína 2% com Vasoconstritor é indicada para produção de anestesia local ou regional através de técnicas de bloqueio do nervo periférico como por exemplo: plexo braquial e intercostal, bem como, técnicas neurais centrais, sendo estas bloqueios epidural lombar e caudal.

As soluções injetáveis de Hypocaína 2% com vasoconstritor contém o anestésico local cloridrato de lidocaína associado ou não à epinefrina.

A Lidocaína possui como mecanismo de ação a estabilização da membrana neural por inibição dos fluxos iônicos necessários para o início e condução dos impulsos, desde modo, resultando na ação do anestésico local.

Características:

  • Lidocaína 2%
  • Apirogênica
  • Frasco com 20 mls
  • Uso adulto e pediátrico
  • Solução líquida
  • Solução estéril

Hypocaína 2% sem Vasoconstritor 20ml (Lidocaína):

A Hypocaína 2% sem Vasoconstritor 20 ml é indicada para produção de anestesia local ou regional, a partir de técnicas de infiltração como a injeção percutânea.

Também para anestesia regional intravenosa, por técnicas de bloqueio do nervo periférico como o plexo braquial e intercostal e por fim, por técnicas neurais centrais, como os bloqueios epidural lombar e caudal.

É comumente utilizado em anestesias locais odontológicas, onde são realizadas anestesias por bloqueio ou infiltração, para posterior realização de procedimentos odontológicos em geral.

Características:

  • Lidocaína 2%
  • Apirogênica
  • Frasco com 20 mls
  • Uso adulto e pediátrico
  • Solução líquida
  • Solução estéril

Xylestesin 2% Gel 30 gr (Lidocaína):

Xylestesin 2% Gel (Lidocaína) é amplamente utilizado como anestésico de superfícies, bem como, lubrificante para a uretra feminina e masculina durante procedimentos de cistoscopia, cateterização, exploração por sonda e outras exames endouretais.

Além disso, também pode ser indicado em casos de tratamento sintomático da dor em conexão com cistite e uretrite.

O Xylestesin 2% gel promove anestesia rápida e profunda da mucosa, assim como lubrificação que acaba por reduzir a fricção.

Produzindo desta forma, anestesia eficiente de longa duração (aproximadamente 20 a 30 minutos) e com início de ação rápido, em média 5 minutos, conforme a área aplicada.

Características:

  • Lidocaína 2%
  • Solução em gel
  • Embalagem com 30 gramas
  • Uso tópico
  • Uso adulto e pediátrico

Xylestesin 2% sem vasoconstritor com 50 tubetes 1,8 ml (Lidocaína):

O Xylestesin 2% sem Vasoconstritor 20 ml é indicado para produção de anestesia local ou regional, a partir de técnicas de infiltração como a injeção percutânea.

Também para anestesia regional intravenosa, por técnicas de bloqueio do nervo periférico como o plexo braquial e intercostal e por fim, por técnicas neurais centrais, como os bloqueios epidural lombar e caudal.

É comumente utilizado em anestesias locais odontológicas, onde são realizadas anestesias por bloqueio ou infiltração, para posterior realização de procedimentos odontológicos em geral.

Características:

  • Lidocaína 2%
  • Apirogênica
  • Frasco com 20 mls
  • Uso adulto e pediátrico
  • Solução líquida
  • Solução estéril
  • Embalagem com 50 tubetes

Xylestesin Spray:

O Xylestesin 10% Spray é indicado como anestésico tópico na prevenção da dor associada as seguintes especialidades:

Otorrinolaringologia: punções dos seios maxilares e anestesia da orofaringe para evitar náuseas e vômitos durante instrumentação.

Obstetrícia: durante o estágio final do parte e antes da episiotomia e sutura perineal, como auxiliar no controle da dor.

Odontologia: previamente a injeções, impressões dentárias, radiografias e remoção de tártaros.

Ela promove anestesia rápida e profunda da membrana mucosa, com início de ação dentro de 1 a 5 minutos e com duração de aproximadamente 10 a 15 minutos.

Características:

  • Lidocaína 10%
  • Uso tópico
  • Frasco nebulizador com 50 ml
  • Solução em spray 100mg/ml
  • Uso adulto e pediátrico

Dúvidas? Fale conosco agora mesmo.

Não hesite em nos perguntar e tirar quaisquer dúvidas que você tenha. Estamos aqui para lhe ajudar.